Por que a cultura de dados é tão importante?

24 de março de 2021

Se teve algo que 2020 nos ensinou é como nos adaptar a cenários inesperados. Resiliência. E algo que foi de grande auxílio nesta questão foi basear a tomada de decisão em dados, um modo de saber o que seu realmente cliente deseja, criando campanhas personalizadas

O setor de Martech (empresas que unem marketing e tecnologia) está em crescimento e durante a pandemia, a digitalização de empresas foi acelerada. E tudo indica que esse tipo de tecnologia veio para ficar.

Uma pesquisa da McKinsey sugere que empresas que usufruem da análise de dados estão em vantagem competitiva no mercado. Isso se deve ao fato da cultura data driven tomar decisões por meio de dados, indicadores baseados em algoritmos matemáticos. 

É uma estratégia que utiliza os dados como fonte de geração de informações para análise e avaliação de performance da gestão, aplicada ao marketing e comportamento de clientes (como a fidelização de leads e clientes, por exemplo). Tratar e filtrar esse universo de dados e transformá-los em informação é uma ciência. 

Isso pode ser separado em três passos: planejamento, gerenciamento e novas soluções. Se planejar com base em objetivos e metas é o primeiro passo, para isso é preciso saber onde você está e onde quer chegar. Isso envolve além de ferramentas de automação, saber gerir os dados. 

Antes de você entender os benefícios e como aplicar a cultura data driven, separamos alguns termos desse meio que você tem que entender.

Termos da cultura data-driven

  • Big Data: análise e interpretação de grandes volumes de dados variados. Brutos, da forma como são captados.
  • Right Data: são os dados relevantes à sua empresa.
  • Dados não estruturados: captados pela empresa e armazenados sem um padrão de organização.
  • Dados estruturados: captados pela empresa e organizados em um formato definido pela programação do sistema.

Benefícios

  • Personalização das ações de marketing: com o uso de dados sobre o comportamento do cliente, as ações se tornam mais eficazes.
  • Personalização do relacionamento com o cliente: clientes se sentem conectados com a empresa, criando uma relação de fidelidade.
  • Redução dos custos do funil de marketing: a eficiência das ações resulta em economia, com menos custos para a conversão de vendas.
  • Identificação e antecipação de oportunidades, tendências e ameaças ao negócio.

Como aplicar

  • Invista em tecnologia: ter um sistema tecnológico com a captação de informações de modo automatizado. O objetivo fundamental na coleta, análise e implantação de dados é tomar as melhores decisões.
  • Planejamento: planeje como os dados serão colhidos e organizados, estabelecendo, portanto, um modelo de análise.
  • Mudança de mindset: estimule a mudança de mentalidade, engajando a equipe com a nova cultura data-driven, compreendendo a importância do processo.
  • Todos os níveis: use a análise de dados para beneficiar todos os setores do seu negócio.
  • Gerenciamento: avalie os resultados e informações regularmente.
  • Promova a transparência na comunicação: um diálogo saudável com sua equipe faz toda a diferença. 

Ou seja, um ambiente data driven faz você tomar decisões mais inteligentes, com maior chance de sucesso e maior confiabilidade nas tomadas de decisão. Mas impor a cultura de dados de modo radical pode não ser produtivo. O melhor passo é desenvolver esse debate com sua equipe, criando um senso de propósito. 

Rob Casper, diretor de dados do JPMorgan Chase, também dá um conselho importante: “O melhor conselho que tenho para líderes seniores que tentam desenvolver e implementar uma cultura de dados é permanecer muito fiel à dor negócio: o que é e como você pode resolvê-lo? Se você simplesmente confia que ter um grande volume de dados é o que vale para o seu sucesso, você está se enganando. O volume não é uma estratégia de dados viável. O objetivo mais importante é encontrar os problemas do negócios e dedicar seus esforços de gerenciamento de dados a eles. A solução dos problemas do seu negócio deve fazer parte da sua estratégia de dados”. 

Agora que você sabe o quanto a cultura de dados pode beneficiar sua empresa, só falta implementar nossas dicas e conquistar o sucesso.

Quer saber mais e melhorar seus resultados?

Fale conosco e descubra o que podemos fazer pela sua empresa.

Siga nossas redes sociais.



Posts Relacionados